patinha  ACUPUNTURA E FISIOTERAPIA

Entre tantas técnicas oriundas da medicina tradicional chinesa, podemos citar a acupuntura, a fitoterapia chinesa, o tuina, a dietética e o Qi Gong, todas introduzidas há, aproximadamente, 3.000 anos antes da era cristã.

ACUPUNTURA

A acupuntura em animais foi desenvolvida em paralelo à acupuntura humana, devido à grande importância dada aos cavalos que faziam o transporte dos imperadores.

Esta técnica consiste no uso de agulhas, aquecimento com artemísia, correntes elétricas, laser e outras formas de estímulos aplicados sobre pontos pré-definidos a partir da filosofia e da fisiologia da medicina tradicional chinesa, com o intuito de harmonizar as energias yin e yang existentes no corpo dos animais e na natureza.

A harmonização, obtida em resposta aos estímulos, pode ser vista cientificamente como uma homeostase psico-neuro-imuno-humoral do corpo do paciente, o que significa o retorno do equilíbrio de seu estado geral de saúde.

Antes de decidir pela utilização da acupuntura, é necessário um diagnóstico preciso, para o qual é levado em conta, não somente técnicas diagnósticas orientais, mas o exame da língua e do pulso do animal.

Com vários séculos de comprovada eficiência, a acupuntura tem demonstrado excelente eficácia no tratamento de doenças músculo-esqueléticas, tornando-se assim um dos mais importantes meios terapêuticos no combate a elas.

acupuntura4 acupuntura2 acupuntura1

FISIOTERAPIA

A fitoterapia chinesa utiliza substâncias vegetais, minerais e animas. Atualmente, as substâncias de origem animal têm sido revistas, a fim de se evitar o uso de espécies vulneráveis à extinção.

A associação da fitoterapia à acupuntura é considerada indispensável no tratamento de animais fracos e idosos, pois desta forma é possível repor o baixo nível de energia (Qi), comum em animais nessa situação.

A fisioterapia foi inserida há pouco tempo no tratamento animal, com o objetivo de promover a reeducação funcional, isto é, fazer o corpo do animal exercer suas funções motoras com naturalidade, sem nenhum sintoma de anormalidade.

Esta reeducação é realizada com a associação de várias modalidades fisioterápicas, como a eletroterapia, eletromagnetoterapia, laser, cinesioterapia e outras técnicas adaptadas como Maytland, Kabat, osteopatia e quiropraxia.

Principais indicações

  • Consolidação viciosa de fraturas
  • Displasias coxo-femural e do cotovelo
  • Espondilites anquilosantes
  • Hérnias discais
  • Luxações congênitas e adquiridas
  • Neuropatias periféricas
  • Osteoartrose
  • Osteocondrose
  • Paresias, paralisias e paraplegias
  • Pós-operatório neurocirúrgico
  • Pós-operatório ortopédico
  • Ruptura de ligamentos

Dr. Max Freire