cao-idoso

Como saber se meu cachorro já é idoso?

Você tem a mesma energia que tinha há 10 anos? Provavelmente não, e isso é normal. Nós mudamos a cada dia que passa e o mesmo acontece com nossos companheiros. É normal notarmos algumas mudanças no comportamento nos cachorros idosos.

Além de passarem por alterações metabólicas, eles ficam mais quietos e não dispensam uma boa soneca. Entender quais são essas mudanças e como elas aparecem em seu cão é fundamental para que consiga ajudar seu amigo da melhor forma.

Como saber se tenho um cachorro idoso?

A forma de calcular a idade dos cães é diferente da nossa, já que se considera a raça e o porte do cachorro. Os animais menores possuem expectativa de vida maior do que os cachorros de grande porte, por isso a idade idosa varia.

Portanto, para saber se o seu melhor amigo é idoso, você deve considerar sua expectativa de vida. Se ele já viveu 75% desse período, então seu cão é um cachorro idoso.

Tenho um cachorro idoso. Quais são as mudanças comuns no comportamento dele?

Entender essas mudanças comportamentais é importante para que você consiga adequar a rotina do cão, de forma a oferecer mais qualidade de vida para ele durante essa fase. Em geral, essas alterações são causadas por mudanças metabólicas que acabam afetando o comportamento do cachorro.

Falta de disposição: um dos primeiros sinais da fase idosa é a falta de disposição. Toda aquela empolgação para um passeio e para as brincadeiras dão lugar à soneca. Os cães idosos têm tendência a ficarem menos ativos, e isso geralmente é causado por problemas nas articulações e redução na produção de hormônios.

Ansiedade da separação: os cães idosos podem apresentar um comportamento incomum quando ficam sozinhos. Eles fazem suas necessidades em locais errados, salivam muito e podem se tornar destrutivos. Isso acontece, pois na fase idosa o cão não consegue se adaptar muito bem a mudanças em sua rotina.

Medo de barulho: quando o cão não perde a audição em decorrência da idade avançada, ele tende a desenvolver um medo excessivo de barulhos. Como os cães idosos ficam com os sistemas cognitivo e locomotor limitados, eles encontram dificuldade para fugir de determinados ruídos que incomodam e podem desenvolver quadros de estresse.

Cuidados com cachorro idoso

A fase idosa do cachorro pede alguns cuidados a mais com o acompanhamento veterinário, pois é comum que surjam doenças causadas pela idade. Alguns dos problemas recorrentes dessa fase, são:

  • doenças renais;
  • surdez;
  • artrite;
  • olho seco;
  • problemas renais;
  • anemia;
  • diabetes;
  • cegueira;
  • problemas dentários.
Published on: 27 abril
Posted by: