Cachorro que late muito: o que fazer?

 

Você tem ou conhece algum cachorro que late muito? Se sim, sabe a dor de cabeça que isso pode causar! Hoje vou falar um pouco sobre o excesso de latidos, o que eles podem causar e o que você pode fazer para tentar solucionar o problema.
Cachorro que late muito: entenda as razões
Você sabia que os cães se comunicam na maior parte do tempo por linguagem corporal, mas que os latidos também fazem parte da forma como eles se comunicam? Os latidos em excesso são responsáveis por reclamações constantes dos vizinhos, brigas e desentendimentos nos condomínios e podem até gerar um possível prejuízo para o proprietário como multas ou ações na justiça.
É muito importante saber quais são os motivos que levam o seu pet a latir. Quando e quais estímulos fazem com que ele lata? E o que você faz quando isso acontece? Na maioria das vezes os latidos em excesso vêm de um acumulo de energia ou a sensibilidade a estímulos externos, como o barulho da campainha, motos na rua, cães passando em frente ao portão.

Cachorro-que-late-muito
Também podem acontecer três situações comuns: o cão não gosta de ficar sozinho e late quando o dono sai para trabalhar; o latido para chamar a atenção do dono; o latido de alerta com pessoas estranhas do lado de fora da casa.
O acúmulo de energia faz com que o cão foque seu gasto energético latindo. Assim ele libera a ansiedade e frustração e os latidos acabam sendo auto recompensantes para ele. Ou seja, toda vez que ele ficar ansioso ou frustrado ele sabe que pode se aliviar latindo.
Cachorro que late muito: o que fazer?
Caminhe regularmente com seu cão por pelo menos duas vezes ao dia. A intensidade do passeio varia dependendo do porte, raça e energia do seu pet. Faça com que seu cachorro tenha uma vida sociável saudável e, aos finais de semana, vá com ele a uma praça ou parque que tenham bastante movimentação de outros pets. Seu cãozinho também precisa de convívio social para conhecer novos amigos.
Se o problema for no portão, restrinja ao cão o acesso ao portão, e lembre-se que se o motivo do latido for a ansiedade ou frustração, deixar ele latindo não vai ajudar em nada. Lembra que eu disse que esse latido é auto-recompensante?
Se o latido for para pedir coisas e chamar a atenção, a recompensa sempre vem do dono ou de alguém da casa. Quando isso acontecer, não interaja, não faça carinho, não fale e não dê o que ele deseja. Quando ele parar de latir, aguarde 5 minutos e então, com ele calmo, você pode oferecer o que ele estava pedindo. A falta de recompensa junto com as atividades físicas, mentais e sociais supridas pode fazer esses latidos diminuírem.
Assim como nós humanos, nossos pets também necessitam de alguns hábitos para serem saudáveis tanto fisicamente como mentalmente. Eles possuem algumas necessidades básicas como atividades físicas, atividades mentais e atividades sociais. Essas atividades precisam ser oferecidas regularmente ao cão para que ele possa drenar a energia e não precise gastá-la em coisas que você não queira, como latir sem motivos, por exemplo.
As atividades físicas podem ser oferecidas em forma de passeios, corridas ou qualquer atividade que exija fisicamente do cão. A atividade mental é qualquer tipo de atividade que exija mentalmente de seu cão. Uma brincadeira de procurar alguém ou algum objeto específico que seu cão já conheça, algum brinquedo interativo que seu cão precise resolver para ganhar o petisco que tem dentro, e também os próprios truques que você pode ensinar para seu pet. As atividades sociais, por sua vez, também são muito importantes para o seu pet. Como o próprio nome já diz, elas incluem a socialização com outros cães e também com pessoas.

latido-excessivo-em-cães

Será que seu cachorro late porque tem medo das pessoas?
Seu pet precisa conhecer o maior número possível de pessoas e cães e interagir de forma positiva com todos. Ensine alguns truques divertidos de obediência e peça para as visitas interagirem com o cão e pedirem os truques para ele fazer. Lembre sempre de recompensar o seu pet quando ele acertar. Com esse histórico de experiências boas, seu pet vai associar a chegada das visitas com um momento agradável e divertido.
Se você ficou com alguma dúvida e quer entrar em contato comigo, acesse nosso site e deixe sua dúvida nos comentários.

Fonte: Petlove

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Published on: 15 fevereiro 2016
Posted by:
Discussion: Leave a comment