fraqueza

Fraqueza ou paralisia das extremidades

A paralisia das extremidades é um dos possíveis sinais de doenças neurológicas em animais idosos. Com a fraqueza, geralmente, aparece a dor em uma ou mais extremidades. Quase sempre progressivo quando se trata de um problema degenerativo, por desgaste crônico das articulações, mas também pode ser devido a um problema de tipo neurológico em que essa fraqueza pode chegar uma paresia (ou ausência parcial de movimento) ou plegia (completa ausência de movimento).

Se a ausência parcial de movimento afetar os membros posteriores, será chamada de paraparesia e tetraparesia se atingir todas as 4 extremidades. A mesma denominação se aplicaria à ausência total de movimento, porém, com a terminação -plegia (paraplegia ou tetraplegia, respectivamente).

Esta falta parcial ou total de movimento pode ser causada por um estado de doença degenerativa das articulações em que ocorre compressão da medula espinal ou por outras causas (seja infecção, trauma, discos herniados, etc.), nos quais a idade será mais variável. Por isso, é essencial chegar ao diagnóstico correto para encontrar a localização exata da lesão, a sua origem e, assim, oferecer ao paciente a melhor solução possível.

Se o seu animal apresenta claudicação intermitente, debilidade do membro anterior ou posterior, se não está tão animado para se mover como antes, se ele reclama ao manusear o quadril, joelho ou outra articulação, ou ainda mais grave, se é difícil ou impossível ficar de pé, é muito importante ir ao veterinário para realizar os testes necessários.

O mais provável é que realizem um exame completo (tanto físico como neurológico), exames de imagem, tais como raios-X ou TAC/ RMN e, possivelmente, alguns testes de laboratório como uma análise completa, ou uma punção da medula. De acordo com a(s) causa(s), o tratamento será muito diferente, desde farmacológico, cirúrgico, com fisioterapia, etc.

fonte: https://www.peritoanimal.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Published on: 11 janeiro
Posted by:
Discussion: Leave a comment