giardia

Giárdia: atenção!

A Giardíase, uma das principais doenças intestinais, é causada pelo protozoário Giárdia spp e acomete pets, animais silvestres e os seres humanos, por isso é classificada como uma zoonose.

A transmissão ocorre através da ingestão de cistos (“ovos”) de protozoários que foram eliminados nas fezes dos animais de companhia infectados e que estão presentes no meio ambiente, na água, nos alimentos ou ainda pela ingestão de cistos aderidos à pelagem.

A maior prevalência das infecções por Giárdia ocorre entre animais jovens, sem resistência imunológica e, principalmente, naqueles que vivem em ambientes confinados, em instalações com falta de higiene e com superlotação.

Existem casos em que não há manifestação clínica, porém os sinais apresentados pelos pets com giardíase são diarreia com muco e sangue, vômito, desidratação, anorexia, anemia e até morte em casos mais graves.

O diagnóstico desta doença deve ser baseado no histórico clínico do pet, na sintomatologia e na detecção de oocistos do parasita por meio de exame de fezes.

Já a prevenção é baseada no cuidado para proporcionar boas condições à saúde dos animais de companhia. Assim, é fundamental sejam feitos programas periódicos de vermifugação, além de medidas para a limpeza e desinfecção do ambiente, com o objetivo de reduzir a carga ambiental de cistos. Também deve ser inclusa a remoção das fezes e de toda a matéria orgânica do local, seguida pela eficaz desinfecção das superfícies com o uso de produto à base de amônia quaternária (como o cloreto de benzalcônio), que atua na inativação dos cistos no ambiente impedindo assim a reinfecção dos pets.

fonte: Por Fernanda Costa Sousa Zinsly de Mattos, analista técnica na Ourofino Pet
https://www.ourofinopet.com/blog/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Published on: 2 janeiro
Posted by:
Discussion: Leave a comment