dra-naiara

Hipertermia – Muita atenção com seu cão de focinho curto!

Você que tem qualquer animal braquicefálico – focinho curto – como PUG, BULDOGUES (INGLESES, FRANCESES E AMERICANOS) e outros, DEVE LER ISSO COM MUITA ATENÇÃO!

Ainda não estamos no verão, mas o calor está intenso! O animal que é braquicefálico tem suas vias respiratórias curtas e o ar não tem muito tempo de resfriar antes de atingir os pulmões. O resultado é uma crise que pode levar o animal à óbito.
Uma boa corrida em um dia quente pode ser muito bom para você, mas se for exagerada pode levar a um quadro de hipertermia no seu cão, o que pode matá-lo em questão de minutos.
De fato, a hipertermia é uma condição extremamente perigosa e toma a vida de muitos cães todos os anos, das mais diversas raças.
A temperatura normal de um cão é 38 a 39 graus. Se a temperatura subir para 40,5 ou 41 graus, seu cão corre risco de entrar em exaustão térmica. Se a temperatura chega aos 41,6 seu cão entra na zona de perigo da hipertermia. Um quadro de hipertermia leva a danos irreversíveis e a morte muito rapidamente.
Portanto, nesses dias quentes, cuide bem do local onde está seu animal, evitando que o mesmo fique em ambientes quentes e sem ventilação. Evite também exercícios físicos neste período e CONTROLE o peso do seu cão já que a obesidade tende a facilitar a ocorrência de hipertermia.

ALGUNS DOS SINTOMAS QUE PODEM SER OBSERVADOS:

  • O animal fica ofegante
  • Língua muito vermelha, assim como a parte interna das orelhas
  • O cachorro fica fraco
  • Andar cambaleante
  • Salivação em abundância
  • Confusão mental
  • Olhar vidrado
  • Convulsões
  • Vômito
  • Diarréia

O QUE FAZER:

  • Coloque o animal num lugar ventilado e fresco.
  • Use toalhas molhadas ou um borrifador de água para resfria-lo
  • Dê-lhe água, mas não em excesso para que não vomite
  • Acalme-o com carinhos
  • Não dê alimentos
  • Leve o animal o mais rápido possível ao veterinário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Published on: 6 outubro 2015
Posted by:
Discussion: Leave a comment
Tags: