Os cães sentem saudades?

Todo mundo que tem um cãozinho em casa sabe o quanto é difícil deixá-los sozinhos todos os dias quando precisamos sair para trabalhar ou para algum outro compromisso. Aquela cena quando você está fechando a porta de casa e ele te olhando parecendo implorar para ir junto com você é de partir o coração, não é mesmo? Mas você já parou para pensar se os cães sentem saudades quando nos ausentamos por um período? Será que esse sentimento que eles têm é parecido com o que temos quando sentimos saudades?

Primeiro devemos entender o porquê nós, humanos, sentimos saudades. Nós temos esse sentimento porque somos capazes de desenvolver conexões emotivas com outras pessoas, animais ou lugares específicos. Será que os cães também são capazes de desenvolver conexões emotivas assim como nós?

Os cães sentem saudades?
Um estudo feito pelo cientista norte americano Gregory Berns mostra que sim, os cães sentem saudades. Neste estudo foi analisado as reações no cérebro de um peludo quando ele era exposto a 5 cheiros diferentes: de um cão conhecido, de um cão com o qual ele nunca teve contato, de uma pessoa conhecida, de uma pessoa estranha e ao seu próprio cheiro. Quando o cãozinho sentia o cheiro de uma pessoa familiar, a região do cérebro responsável pela associação de coisas boas e expectativas positivas era ativada, comprovando que sim, os cães desenvolvem conexões emotivas assim como nós, humanos.

Outra pesquisa feita com base nos mesmos princípios do estudo anterior, analisou os comportamentos de cães ao serem expostos a pessoas de diferentes níveis de familiaridade: seus donos, pessoas estranhas e pessoas familiares. O resultado obtido foi mais uma vez de que eles sentem sim falta de seus tutores mais do que qualquer outra pessoa.

Bom, então sabemos que infelizmente o motivo de nossos peludos nos olharem com aquele olhar de tristeza quando estamos prestes a deixá-los em casa é pelo fato de eles sentirem nossa falta. Essa saudade que eles sentem se agrava quando eles não têm uma companhia enquanto você estiver ausente, podendo gerar diversos comportamentos indesejados por qualquer tutor, como fazer xixi e cocô fora do lugar, destruir objetos, moveis e brinquedos, não se alimentar, fica paralisado, imóvel e latir ou uivar excessivamente, podendo inclusive causar incômodos e atritos entre você e seus vizinhos.

Porém, como na maioria das vezes os cães têm esses comportamentos quando estão sozinhos, seus tutores podem não perceber as consequências que seu peludo está sofrendo em razão da ansiedade de separação.

Mas como você pode ajudar seu companheiro a não sentir tanto a sua falta quando você não puder estar presente e ainda diminuir a frequência de qualquer comportamento indesejado que tenha relação com essa situação? Quando nós, humanos, sentimos saudade de algo ou então estamos tristes com alguma situação, a melhor opção para esquecer e superar esse sentimento de tristeza é manter a cabeça e corpo ativos, não é mesmo? Quem nunca ouviu a expressão “mente vazia, oficina do diabo”?

Com os cães acontece o mesmo. Quando eles não são estimulados física e mentalmente, os sentimentos ruins de saudade e solidão tomam proporções cada vez maiores, gerando cada vez mais comportamentos ruins não só para você, tutor, como também para ele mesmo. Existem algumas maneiras de você ajudar seu peludo a minimizar esses sentimentos ruins e consequentemente os comportamentos indesejados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Published on: 18 março 2016
Posted by:
Discussion: Leave a comment